Imperial Refrigeração – recebe Prêmio Maiores e Melhores – Categoria Equipamentos e Acessórios

 Imperial Refrigeração ( Fregonese Refrigeração) recebeu o prêmio na Categoria – Equipamentos & Acessórios, em evento realizado no dia 06/12 no Hotel Renaissance. Imperial Refrigeração foi indicada pela pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira, onde alcançou os requisitos: Qualidade, Serviço Técnico, Divulgação & Marketing, Força da Marca, etc que a colocaram nessa posição.

A Empresa Fregonese Refrigeração International Desing, vem seguindo os passos da família Fregonese, sócio fundador da Imperial Refrigeração, desde 1959 com inovação, decoração, qualidade e confiabilidade. Ano a ano a empresa vem somando esforços no aprimoramento contínuo e tecnológico para satisfação de seus clientes. Com um grande leque de instalações nas principais padarias do Brasil, a Imperial Refrigeração é marca reconhecida no mercado.

http://wehelpyouwritee.com/

A empresa é especializada em Instalações, Montagens e Decoração de Panificadoras, Doceiras, Lanchonetes, Sorveterias, Restaurantes, Fast-Foods, Lojas de Conveniências, Supermercados, Bares, Choperias e Hotéis.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

jfdghjhthit45

Esclarecimentos sobre o papel do sal e a redução do sódio no Pão Francês

O especialista em panificação e confeitaria, engenheiro Augusto Cezar de Almeida, responde algumas questões sobre o sal na panificação e faz comentários sobre a redução do sódio no pão francês:

O sal é um dos elementos mais importantes na produção de pães.

O sal realça o sabor na alimentação, o mesmo ocorre com relação aos pães. Ele também dá e fortalece a estrutura do glúten ( formado principalmente pelas proteínas glutenina e gliadina).

O sal, em geral, é um ingrediente importante na fórmula dos pães. No pão francês o percentual mais comum é de 2% sobre a farinha de trigo. No caso de farinha de trigo mais forte (boa quantidade e qualidade adequada de glúten),  alguns padeiros mais experientes chegam a diminuir o sal para que a força da farinha não seja ainda mais ampliada pela ação reforçada do sal sobre o glúten. O glúten é composto de proteínas que dão elasticidade e extensibilidade.   

Qual a conseqüência da falta total de sal em uma massa?

A estrutura da massa é débil e não permite, ou permite muito pouco, o crescimento e a manutenção dessa estrutura, o que afeta principalmente o volume e o miolo do pão.

O sal atua nos organismos e influencia os micro-organismos, por isso ele é importante para ajudar no controle da fermentação, permitindo assim um melhor desenvolvimento da massa durante a fermentação, e a produção de ácidos e outros que serão responsáveis pelo sabor e aroma do pão.

A redução de sódio no pão francês vai prejudicar a qualidade do pão francês?

Na produção do pão francês se usa regularmente 2% de sal sobre a farinha de trigo. O mesmo vale para as Pré Misturas de Pão Francês onde o percentual de sal na formulação também é de 2%. No pão doce se usa 1,8%.

A produção do pão francês com 9,6% menos de sódio não será afetado sensorialmente e nem a sua qualidade final.

Cuidados na produção são importantes?

Sim, tenho defendido através do Fórum Nacional a Melhoria da Qualidade do Pão Francês, e todas as etapas da produção devem ser obedecidas rigorosamente. Os profissionais devem ser melhor treinados e os recursos, como equipamentos e acessórios, devem ser de qualidade.

Como será essa redução? 

O teor de sódio do pão francês será reduzido gradualmente até 2016. A redução vai ocorrer graças à ampliação de um acordo do Ministério da Saúde com os fabricantes desses alimentos.

Recomendação:

O empenho pelas melhorias nas práticas de produção é fundamental. 

Outro ponto que defendo é a adequação dos melhoradores de pães que devem ter maior e melhor capacidade de reforçar o glúten. Como referência,  outros países já tomaram iniciativas de redução do teor de sódio nos pães.

Fonte:   Revista Panificação Brasileira

jfdghjhthit45

Cielo recebe Prêmio da Revista Panificação Brasileira

Cielo recebeu o prêmio na Categoria – Produtos Prontos & Serviços, em evento realizado no dia 06/12 no Hotel Renaissance. A Cielo foi indicada pela pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira.

A Cielo S.A. é a empresa líder em soluções de meios eletrônicos de pagamentos no Brasil. Responsável pelo credenciamento de estabelecimentos comerciais, por captura, transmissão, processamento e liquidação financeira das transações realizadas com cartões de crédito e débito, a Cielo captura as transações das cinco maiores bandeiras de cartões do mundo: Visa, MasterCard®, American Express® e Diners Club International, além da JCB (Japan Credit Bureau), a quinta maior bandeira internacional de cartões de pagamentos. A Elo, única bandeira 100% nacional, também é capturada pela máquina da Cielo.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

jfdghjhthit45

Balmak recebe Prêmio Maiores e Melhores da Panificação Brasileira

Balmak recebeu o prêmio na Categoria – Equipamentos & Acessórios, em evento realizado no dia 06/12 no Hotel Renaissance. A Balmak foi indicada pela pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira, onde alcançou os requisitos: Mix de Produtos, Qualidade, Serviço Técnico, Divulgação & Marketing, Força da Marca, etc que a colocaram nessa posição.

A BALMAK foi criada em 1993, com meta de estar sempre entre os primeiros. Esse fato vem se concretizando nos últimos anos.

Qualidade de ponta, tecnologia e busca incessante por uma administração de vanguarda: estes são os ingredientes principais do sucesso da BALMAK! A Excelência no relacionamento com colaboradores, parceiros, clientes e fornecedores tem produzido resultados sólidos, ano após ano.

A empresa possui moderno parque industrial está localizado em uma área de 5000 m2, e possui a mais alta tecnologia em equipamentos, engenharia de produtos, ferramentaria e um rigoroso controle de qualidade com profissionais treinados e capacitados, além de laboratório próprio para o desenvolvimento e produção de células de carga, exclusividade que só reafirma a política de excelência e compromisso com a qualidade dos produtos.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

jfdghjhthit45

Especialista fala sobre o Pão Francês com menos sódio

Segundo o especialista em panificação e confeitaria, engenheiro Augusto Cezar de Almeida, na produção do pão francês se usa regularmente 2% de sal sobre a farinha de trigo. O mesmo vale para as Pré Misturas de Pão Francês onde o percentual de sal na formulação também é de 2%. Como informação no pão doce se usa 1,8%.

O especialista afirma que a produção de pão francês com 9,6% menos de sódio não será afetado sensorialmente e nem a nível de produção. Porém reforço o que vem defendendo através do Forum Nacional pela Melhoria da Qualidade do Pão Francês, de que todas as etapas da produção devem ser obedecidas rigorosamente, os profissinais devem ser melhor treinados e os recursos, como equipamentos e acessórios devem se de qualidade.

O teor de sódio de pão francês, deve ser reduzido gradualmente até 2016. A redução vai ocorrer graças à ampliação de um acordo do Ministério da Saúde com os fabricantes desses alimentos.

O empenho pelas melhorias nas práticas de produção é fundamental.

Outro ponto que defende é a adequação dos melhoradores de pães que devem ter maior e melhor capacidade de reforçar, o glúten. Como referência,  outros paises já tomaram iniciativas de redução do teor de sódio nos pães.

Ainda dentro do contexto de que não haverá alteração no pão do dia, Alexandre Pereira, presidente da Abip (Associação Brasileira da Indústria de Panificação) afirmou ao Jornal da Folha que: ” As alterações serão feitas de forma gradual. Na receita- padrão do pão francês, elas não devem ser notadas”.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai monitorar o cumprimento das metas estabelecidas no acordo.

jfdghjhthit45

Tangará Foods – empresa destaque no Maiores & Melhores da Panificação Brasileira

Tangará Foods recebe prêmio de destaque no evento Maiores & Melhores da Panificação Brasileira na Categoria – Insumos, realizado dia 6 de dezembro, no Hotel Renaissance. A Tangará Foods leva o melhor dos lácteos e outros ingredientes para empresas do Brasil e do mundo. Foi indicada por pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

Fonte:   Revista Panificação Brasileira

jfdghjhthit45

Ireks do Brasil recebe Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira

Ireks recebe prêmio máximo na Categoria – Insumos, em evento realizado no dia 06/12 no Hotel Renaissance. A Ireks que foi indicada pela pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira, onde alcançou os requisitos: Mix de Produtos, Qualidade, Serviço Técnico, Divulgação & Marketing, Força da Marca, etc que a colocaram nessa posição.

A Ireks do Brasil, uma sociedade da Ireks GmbH (Alemanha) com a Cooperativa Agrária.

A Ireks é um dos líderes na produção de melhoradores, misturas de panificação e malte cervejeiro, bem como um prestador de serviços para padeiros e cervejeiros altamente requisitado.

As empresas do grupo Ireks contam aproximadamente 2.000 empregados espalhados por todo o mundo.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

jfdghjhthit45

Abima participa do Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira

Claudio Zanão, presidente da Abima (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias)  participou da entrega dos prêmios Maiores & Melhores da Panificação Brasileira. A Abima representa os fabricantes de massas alimentícias, pães e bolos industrializados no Brasil.

 O evento foi realizado no dia 06/12 no Hotel Renaissance onde as mais importantes empresas do setor de panificação do Brasil foram premiadas.  A premiação é resultado da pesquisa realizada pelo Instituto DataFoods, da Revista Panificação Brasileira. As empresas ganhadoras se destacaram por suas linhas de produtos, serviços de assistência técnica, força da marca, divulgação e marketing, entre outros itens.

O Prêmio Maiores & Melhores da Panificação Brasileira destaca os fornecedores do setor de panificação e confeitaria, nas categorias: Insumos, Equipamentos & Acessórios e Produtos Prontos. Ainda há uma premiação especial para os fornecedores das Indústrias de Pães.

Fonte:   Revista Panificação Brasileira

jfdghjhthit45

Pão Francês com menor teor de sódio

O teor de sódio de pão francês, batatas fritas, salgadinhos de milho, bolos prontos, mistura para bolos, biscoitos e maionese deve ser reduzido gradualmente até 2016. A redução vai ocorrer graças à ampliação de um acordo do Ministério da Saúde com os fabricantes desses alimentos.

Segundo o especialista em panificação e confeitaria, o engenheiro Augusto Cezar de Almeida, a produção de pão francês com 9,6% menos de sódio não afetará sensorialmente o produto. A nível de produção também não ocorrerá dificuldades. Haverá sim a necessidade de melhorias nas práticas de produção. Outro ponto que poderá diminuir o “stress” na produção é a adequação dos melhoradores de pães que tem maior e melhor capacidade de reforço, o glúten. Como referência,  outros paises já tomaram iniciativas de redução do teor de sódio nos pães. 

Alexandre Pereira, presidente da Abip (Associação Brasileira da Indústria de Panificação) afirmou ao Jornal da Folha que: ” As alterações serão feitas de forma gradual. Na receita- padrão do pão francês, elas não devem ser notadas”.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deverá monitorar o cumprimento das metas estabelecidas no acordo.

Fonte:   Revista Panificação Brasileira

jfdghjhthit45

Mil Mix segue a tendência da panificação sem glúten

A Mil Mix, industria de alimentos voltada ao mercado de sorvetes e frozen yogurt adquiriu a Zimase por meio do Grupo Live (grupo de investidores que possuem a Mil Mix), que passa a fazer parte da Divisão de panificação e confeitaria da empresa Mil Mix. A marca passou por uma reestruturação após a contratação do novo Diretor Comercial José Gil Alvarez. Só a Divisão de Panificação e Confeitaria possui mais de 400 itens, inclusive produtos sem glúten pertencentes a linha Zima Health.

A pré-mistura sem glúten é usada para bolos nos sabores: abacaxi, aipim, baunilha, chocolate, laranja, milho e biscoito e não utiliza trigo e nem contém a proteína que causa a doença celíaca, mas possui o mesmo sabor de um bolo comum. No segmento de panificação a Mil Mix possui os Pães Light sem Glúten, que mesmo sem o glúten possuem um sabor acentuado e delicioso. Os pães podem ser encontrados nos sabores: aipim, alho, batata, branco, cenoura, ervas finas, fibras, integral, linho, milho, multicereais e soja.

http://mortgageeccalculator.com/

A marca Zima Health é uma linha de produtos que está preocupada com a saúde e o bem estar de seus consumidores, com produtos mais saudáveis, diets e até mesmo sem o glúten que causa a doença celíaca.

Mil Mix, industria de alimentos há 6 anos proporciona soluções e inovações para o segmento de food services como a Divisão de Sorvetes e Frozen yogurt e agora a partir da compra da Indústria Zimase, uma empresa com 25 anos de mercado, ganha mais opções em seu portfólio com a Divisão de Panificação e Confeitaria.

Fonte:  Revista Fator

jfdghjhthit45