Starbucks faz parceria para abrir cafés na Índia

A Starbucks Corp disse que vai abrir seus primeiros estabelecimentos na Índia em agosto ou setembro e pretende ter 50 lojas em operação até o final do ano, em um acordo de parceria (joint venture) com a Tata Global Beverages. 

 

 

O início formal da incursão da empresa no varejo na Índia ocorre um ano depois de ter assinado o acordo com a Tata Global para compra de café indiano e abertura estabelecimentos no país. A Starbucks e a Tata Global, parte do amplo conglomerado da Tata, disseram que eles formaram uma joint venture para administrar cafés e desenvolver negócios na Índia. 

 

 

A joint venture, Tata Starbucks Ltd, vai estabelecer lojas da Starbucks pelo país, começando por Nova Dhéli e Mumbai, disseram os parceiros. A Starbucks optou por uma parceria mesmo após o governo indiano eliminar restrições sobre investimentos estrangeiros no setor de varejo de marca única, no início do mês. A Tata Coffee, unidade da Tata Global, disse separadamente que assinou um contrato para fornecer café à joint venture. 

 

 

A Índia é o quinto maior produtor mundial de café, mas agora exporta entre 70% e 80% de sua produção. Cafés de estilo ocidental são populares com uma população cada vez mais urbana na Índia, onde o chá é tradicionalmente a bebida de escolha. O organizado mercado de café na Índia – que reflete o consumo principalmente através dos cafés – é responsável por cerca de US$ 140 milhões das vendas anuais da bebida do país, de cerca de US$ 667 milhões. 

 

 

A Starbucks possui mais de 5.500 cafés em mais de 50 países fora dos Estados Unidos, cerca de metade do número que possui em casa. Uma xícara de café geralmente custa cerca de 10 rúpias (cerca de 22 centavos de dólar) em um restaurante básico na Índia, comparado com o preço entre 60 e 80 rúpias nos cafés de estilo ocidental, que começaram a surgir há uma década. 

No entanto, a Starbucks enfrenta forte competição na Índia. O Cafe Coffee Day, maior rede de cafés da Índia, possui cerca de 1.200 estabelecimentos e planeja abrir um café a cada três dias. Ela é seguida da rede Barista, com mais de 200 cafés. A Barista também possui planos de expansão. 

A rede varejista de café do Reino Unido Costa Coffee, que entrou no mercado em 2008, possui cerca de 75 lojas e pretende aumentar em quatro vezes nos próximos três anos. 

Fonte:  Terra

Deixe uma resposta