Novas regras de faturação aprovadas por Conselho de Ministros entram em vigor em 2013

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares (AHRESP) considera impossível aplicar as novas regras de faturação, aprovadas

ontem em Conselho de Ministros e a entrar em vigor em 2013.

Em declarações à TSF, o responsável da associação, José Manuel Esteves diz ser «impensável» cumprir a emissão obrigatória de fatura, por exemplo, na venda de café, já que as empresas do ramo não têm capacidade para o fazer.

De acordo com o secretário-geral, as empresas do ramo vão «desobedecer» à regra, que classifica de «impensável até no terceiro mundo».

«Estas medidas só são aplicáveis na China, em Porto Rico e em São Paulo. Já estamos falidos e a mandar os trabalhadores para o desemprego e é aqui que o Estado está a perder e a ser prejudicado

Comentários encerrados.